fonte

Ultimas Notícias

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Esperança sem fim...

Esperança sem fim...

Esperei-te

mas, você não veio...

fiquei a sós com meu silêncio,

pois só você poderia preencher este vazio em meus pensamentos,

agora, busco tentar afastar os fantasmas

que povoam a minha imaginação

e que me instigam sem tréguas

atormentando este meu viver,

que por si só já é tão desesperançado,

recolho-me a minha sina

tentando suportar o que cruza

pelos desvãos de minha inconsciência

resta, sim e somente uma pálida cor

de esperança a alimentar e sonhar

que ainda sorverei de teu mel

sugarei seu doce néctar

que verte de todos os recôncavos de seu corpo

e desfrutarei de todas as delícias

que tenho alimentado junto a ti.

Candinho Anjo, 24/01/2010

5 comentários:

Luciana P. disse...

E que delícias seriam essas???
Nossa!
Delícia são esses versos, todos sorrateiramente sensíveis e encaixados na mais profunda emoção de sentir.
Ah, sentir, desesperadamente, escancaradamente, docemente sentir... Dar-se a oportunidade de viver intensamente o que passa pelo coração e o corpo pede em instinto...
Adorei!
The best!

Beijos meus, meu doce anjo poeta.

Cleo disse...

Candinho! uau!!! é você tocando violão e cantando? me diz. adorei.

e sobre a esperança sem fim.... é isso, esperança nunca morre.

mas...tbm não sei se a esperança não era a vingança de Deus na caixa de Pandora. porque ter esperança é uma coisa, e fazer com que esta esperança aconteça é outra. então amigo, largue a esperança de lado e em frente, avante, abrace o amor, cante a vida e seja feliz.

será que era mesmo a vingança de Deus contra o humano na caixa de Pandora? a esperança. ter esperança nos deixa inertes, esperando a coisa acontecer. o que você pensa disso? eu praticamente, não tenho esperança de nada, eu simplesmente faço acontecer o que quero, caminho, sonho e avanço.
sei lá...elocubrações de uma mente fértil e que adora você.
beijos no coração meu amigo de sempre.

"A amizade é como um rio, sempre à espera do barqueiro. Não é preciso navegá-lo a todo o instante, o rio não secará."
eita!!!!

Beijos sempre.
Cleo

Luciana P. disse...

Oi, Candinho, pensei que tinha post novo... por onde anda vc? Acho que anda muito tempo no Orkut que até tem esuqecido do blog, hahahahaha.

Beijos e bom final de semana.

São disse...

mas quanta melancolia, meu caro...

Que a esperança verdeje em sua vida, é meu voto.

Excelente fim de semana, meu desjo amigo.

São disse...

O poema é bonito, mas a foto é espanto!!

Sempre que me descobrir? rrss Então , é só passar pelo "são" rrss

Um divertido Carnaval aí.

Presente da Neide

Pura Luz.Presente da Neide

Avassaladora

Avassaladora

Minha lista de blogs

Seguidores

A de Amar

Palavras, Arte e Blá blá blá

Felicidade à Vista